| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

CEDETRAN: Portal do Trânsito do Paraná
Desde: 20/02/2010      Publicadas: 228      Atualização: 02/04/2018

Capa |  Acidentes  |  Caminhoneiros  |  Campanhas de Transito  |  Crime ou Dolo  |  Guia do Transito  |  Leis do Trânsito  |  Noticias Recentes


 Noticias Recentes

  04/10/2014
  0 comentário(s)


"Londrina escolhe a vida

Um estudo feito pela Companhia, com base nas informações do Instituto Médico Legal (IML), Delegacia de Trânsito e Secretaria Municipal de Saúde, contabilizou, até o dia 23 de setembro, um total de 73 óbitos em decorrência de acidentes, sendo que:

" 35 ocorreram em vias urbanas (ruas e avenidas), 22 no perímetro urbano das rodovias e 16 nos trechos rurais das rodovias;
" 45 óbitos ocorreram no local, 12 no mesmo dia e 16 posteriormente;
" 57 eram do sexo masculino e 16 do sexo feminino;
" 16 pessoas morreram atropeladas (5 delas com mais de 60 anos de idade)




Congestionamento, lentidão em horários de pico, falta de vagas... O trânsito é uma preocupação crescente em Londrina, que vive os problemas típicos de grandes metrópoles, ainda mais por sua expansão e o aumento da frota sem um planejamento adequado ao longo desses 80 anos.

Somado às queixas, temos uma cultura de maus hábitos e infrações: excesso de velocidade, o não uso do cinto de segurança, ingestão de álcool e o uso do celular ao volante, dentre outras imprudências que resultam nos números alarmantes de acidentes e mortes, notórios nos últimos dias, com mais de 70 vítimas fatais desde janeiro até setembro.

Ao poder público cabe uma série de ações que possibilitem amenizar e mesmo sanar alguns problemas do trânsito. Neste sentido, o projeto "Londrina escolhe a vida", apresentado na semana passada, surge com propostas de ações conjuntas (Prefeitura, CMTU, ACIL, SEST SENAT, Polícia Militar, Guarda Municipal, IPPUL, IAP, Imprensa e comunidade), pontuais, que cooperem para solucionar a violência e os conflitos cotidianos nas ruas da cidade.

Encomendado pelo prefeito Alexandre Kireeff e discutido com o Ministério Público, o projeto propõe ações simples, porém, consideradas essenciais para a redução das colisões, atropelamentos e demais acidentes, consequentemente, dos efeitos danosos que eles acarretam para a sociedade. "De imediato, iremos reforçar a sinalização existente, com atenção aos pontos críticos, trabalhando com legendas de solo, faixas de aproximação, sinalização sobre o perfil da via (grau de periculosidade) e educação no trânsito, com a presença dos agentes, por exemplo. Nos anos 2015 e 2016, daremos continuidade às demais ações projetadas: radares fixos, vídeos vigia, realocação para algumas faixas de pedestres, construção de faixas elevadas, acessibilidade e mobilidade para idosos, transporte de valores e taxistas no anel central da cidade, dentre outras", explica José Carlos Bruno de Oliveira, presidente da CMTU.

Um estudo feito pela Companhia, com base nas informações do Instituto Médico Legal (IML), Delegacia de Trânsito e Secretaria Municipal de Saúde, contabilizou, até o dia 23 de setembro, um total de 73 óbitos em decorrência de acidentes, sendo que:

" 35 ocorreram em vias urbanas (ruas e avenidas), 22 no perímetro urbano das rodovias e 16 nos trechos rurais das rodovias;
" 45 óbitos ocorreram no local, 12 no mesmo dia e 16 posteriormente;
" 57 eram do sexo masculino e 16 do sexo feminino;
" 16 pessoas morreram atropeladas (5 delas com mais de 60 anos de idade)

"Escolher a vida é olhar para o outro e compreender que uma decisão pessoal, por mais inofensiva que pareça, poderá ter conseqüências trágicas também para outras pessoas", ressalta Hemerson Pacheco, diretor de trânsito da CMTU, referindo-se à participação efetiva da população, com apelo à conscientização dos motoristas para que o projeto, de fato, funcione.

Com uma atenção especial para os acidentes envolvendo motos, os quais vitimaram 42 pessoas em 2014, o projeto traz um comparativo com duas outras grandes cidades do estado, Curitiba e Maringá. O estudo ajuda a entender o alto índice de acidentes com o veículo, conforme mostram os quadros a seguir:




Quadro 1 " Comparação de índices entre Curitiba, Londrina e Maringá




Município

População

Frota Total

Automóveis

Motos

Outros*

Hab./Veic.


Curitiba

1.864.416

1.385.182

964.498

144.429

276.255

1,35
Londrina

543.003

351.826

214.378

74.797

62.651

1,54


Maringá

391.698

293.517

162.806

59.145

71.566

1,33




Fonte: IBGE, DETRAN/PR, CORPO DE BOMBEIROS/PR
* Caminhões, ônibus, caminhonetes etc...







Quadro 2 " Ocorrências atendidas " Janeiro a Agosto de 2014




Tipo de Ocorrência

Curitiba

Londrina

Maringá


Atropelamento

709

250

226


Colisão contra anteparo

195

162

150


Colisão Auto x Auto

640

179

289


Colisão Auto x Bicicleta

184

46

77


Colisão Auto x Moto

1510

1068

1208


Colisão Moto x Moto

62

145

101


Queda de moto

394

448

441


Outros

740

352

422


Total de Acidentes em meio de transporte

4434

2650

2914


Total de Acidentes envolvendo motos

2283

1925

1999


Fonte: CORPO DE BOMBEIROS/PR



É importante observar que, apesar de numericamente inferior, a frota de motos em Londrina e Maringá é proporcionalmente o dobro da existente em Curitiba, isso acaba refletindo num maior número de ocorrências envolvendo esses veículos.

Quando comparado "o total de feridos" com o "tamanho da população", percebe-se que o trânsito nas duas cidades do interior é proporcionalmente mais perigoso que na capital do estado. Nos oito primeiros meses de 2014, os socorristas do Corpo de Bombeiros atenderam, respectivamente:


Quadro 3 " Total de vítimas e número de vítimas por grupo de 10.000 habitantes




Município

Vítimas

No de vítimas por 10.000 hab.


Curitiba

4.836

25,9


Londrina

3.240

59,7


Maringá

3.671

93,7




Todos os números apresentados demonstram o imenso desafio que o trânsito impõe. A tarefa a seguir é implantar as medidas apresentadas, visando aliar e trabalhar a cultura, a infraestrutura e as políticas públicas para um trânsito com mais fluidez, segurança e menos acidentes.




Londrina escolhe a vida!

Resumo dos tópicos que terão prioridade no projeto


1 " Sinalização


2 " Pontos críticos


3 " Radares fixos e vídeo vigias


4 " Faixas de pedestres


5 " Faixas elevadas p/ travessia de pedestres


6 " Complementação do sistema semafórico


7 - Controle manual com agentes de trânsito


8 " Acessibilidade / Mobilidade


9 " Educação de Trânsito


10 " Sinalizadores móveis


11 " Blitz em horários alternativos

  Autor:   JL


  Mais notícias da seção Londrina no caderno Noticias Recentes
19/02/2018 - Londrina - DIA MUNDIAL EM MEMÓRIA DAS VÍTIMAS DO TRÂNSITO 2018
Com o slogan "Chega de Perder Vidas no Trânsito", O CEDETRAN (Centro Intersetorial de Prevenção de Acidentes de Trânsito no Paraná) irá realizar no dia 18 de Novembro, um pit stop educativo para marcar a passagem do "Dia Mundial em Memória das Vítimas do Trânsito", no município....
06/01/2015 - Londrina - Sem fiscalização eletrônica, multas caem 20% em Londrina
O excesso de velocidade acima de 20% da máxima permitida foi a principal infração de trânsito cometida pelo londrinense em 2014. Até o dia 22 de dezembro, foram 20.388 autuaçõesNa segunda colocação, aparece a falta do cinto de segurança com 14.683 multas com aumento de 31% nas autuações neste ano. A utilização de celular no volante foi a terceira c...
04/10/2014 - Londrina - A cada 20 horas, uma CNH é cassada em Londrina
A suspensão da CNH ocorre quando o motorista atinge 20 pontos em infrações de trânsito ou quando comete uma infração que implica suspensão direta, como dirigir embriagado. No período em questão, 2.229 condutores londrinenses tiveram a CNH suspensa por excesso de pontos e 1.004 por suspensão direta....
23/07/2012 - Londrina - A imprudência dos motoristas em uma rodovia com muitos trechos sinuosos e de pista simples ficou evidente na PR-445
No trajeto, foram flagradas mais de 20 infrações, entre ultrapassagens em local não permitido, conversões irregulares e avanço do sinal vermelho....
23/07/2012 - Londrina - No papel, dois grandes corredores a PR 445 e a BR 369
O projeto emperrou por falta de apoio político em Brasília e por falta de um projeto de engenharia....
02/04/2018 - Londrina - Campanhas de trânsito devem ser direcionadas
"Se há fiscalização e isso está reduzindo o número de acidentes, é preciso investir na conscientização dos motoristas. Temos que insistir, martelar na cabeças das pessoas, falar de trânsito como quem discute novela ou futebol"...
28/09/2011 - Londrina - Siate enfrenta aumento no número de ocorrências em Londrina
O comandante do Sistema Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergências (Siate), capitão Ricardo Nakamura, afirma que ainda é preciso melhor conhecimento da população sobre os trabalhos para otimizar os serviços. ...
22/09/2011 - Londrina - A disputa entre carros e motos é a grande protagonista da violência no trânsito londrinense
"É o ser humano que tem que mudar seu comportamento. Tem que pensar que ele, num veiculo, numa moto ou carro, tem que se preocupar com as outras pessoas que estão a sua volta, já que essas podem ser as maiores prejudicadas por uma ação irregular desse condutor de automóvel"....
23/08/2011 - Londrina - Câmara debate os problemas do trânsito na Cidade
Londrina tem um Plano de Mobilidade Urbana,...
02/01/2017 - Londrina - CEDETRAN estarão no Calçadão de Londrina na blitz educativa
Integrantes do CEDETRAN vão participar da ação no Centro de Londrina, A ação é educativa mas quem está descumprindo as leis de trânsito estão sendo orientados a colocar o cinto de segurança e não usar o celular quando estiver dirigindo...



Capa |  Acidentes  |  Caminhoneiros  |  Campanhas de Transito  |  Crime ou Dolo  |  Guia do Transito  |  Leis do Trânsito  |  Noticias Recentes
Busca em

  
228 Notícias


Comentarios
 

Geral

 

Por que a lei seca salva 50 vidas por dia